«

maio 27

Coletando Requisitos – Algumas Ferramentas e Técnicas

Mapeando Requisitos

As vezes, enfrentamos dificuldades na coleta de requisitos dos produtos que estamos produzindo e geralmente, um ou mais requisitos importantes são esquecidos. Na maioria dos casos, a descoberta de um requisito não mapeado afeta o prazo de entrega do produto, além disso, alguns dos trabalhos já executados podem ser descartados ou gravemente afetados pelos novos requisitos. A maior causa de falhas na coleta de requisitos está no mal uso ou de uso nenhum de ferramentas e técnicas, abaixo seguem algumas boas técnicas, que se forem usadas corretamente, ajudarão a diminuir a chance do surgimento de um requisito não mapeado.

Conversa com Partes Interessadas

Entrevistas

Devemos nos encontrar separadamente com as partes e pedir para que as mesmas expliquem exatamente como utilizarão produto ou serviço.

Oficina

Conversas em grupo, com moderador, estilo brainstorming. Nessas, mal entendidos são resolvidos, pois todas as partes estão juntas para definir requisitos.

Dinâmica de Grupo

Maneira de fazer com que grupos de pessoa discuta suas necessidades conosco. Assim podemos fazer com que nos informe sobre requisitos não mencionados na entrevista.

Questionários

Quando vamos colher requisitos de um grupo maior de pessoas, usamos essa técnica. A mesma consiste na criação de perguntas relacionadas às características do produto, com algumas opções de resposta. Assim saberemos quais recursos / características são mais importantes para a comunidade / grupo onde a pesquisa foi efetuada.

Observação

Observar as pessoas que utilizarão o produto enquanto estamos trabalhando nele pode dar uma ideia melhor de como solucionar problemas. As pessoas nem sempre sabem dizer o que querem quando você pede que digam o que querem, portanto, observá-las lidando com o problema que será tratado pelo produto pode nos ajudar a encontrar os requisitos que elas não conseguem expressar.

Protótipos

Uma das melhores maneiras de fazer com que as partes interessadas expressem opiniões de como deve ser o produto é mostrar a elas um protótipo. As vezes, ao testar o protótipo, os usuários pensam em requisitos no qual não haviam pensado anteriormente. Se conseguirmos esse resultado usando tal técnica, ficará mais fácil do que esperar até o final do projeto para mostrar à eles.

Equipe Mais Criativa

Mapas Mentais

Quando se termina de trabalhar com uma ideia, ela pode ajudar a montar um mapa mental de como se chegou até ela. Isso pode ajudar a grupar tais ideias.

Técnica Delphi

Permite que todos os grupos expressem sua opinião de forma anônima, sobre o que fazer parte do projeto. Nessa técnica, todos escrevem respostas às mesmas perguntas, sobre as características que devem fazer parte do produto. O moderador mantém o nome de todos em segredo, mas compartilha a ideia para que todos possam aprender com elas e criar novas ideias. Depois que todos discutam as tais, eles tem a oportunidade de refazer suas respostas e entregá-las ao moderador. Essas interações se repetem até que o grupo chegue aos requisitos do produto

Diagrama de Afinidade

Usamos quando temos muitas ideias que precisam ser agrupadas. Pode ser criada usando Post-it na parede. Assim é possível mover as ideias e mudar os grupos quando se pensa em novas área a ser exploradas.

Brainstorming

É uma das maneiras mais usadas para obter requisitos. Sempre que nos sentamos em um grupo de pessoas para pensar em novas ideias, estamos fazendo um brainstorming.

Técnica de Grupo Nominal

É uma forma de brainstorming na qual anotamos as ideias e o grupo vota naquelas que mais gosta. Então, os votos são usados para classificar todas as ideias que devemos nos aprofundar e aquelas que não são importantes.

Tomada de decisões sobre requisitos

Unanimidade – Todos concordam com a decisão.
Maioria – Mais da metade concorda com decisão.
Pluralidade – Ideia que receber mais votos.
Ditadura – Uma pessoa decide.

E é isso pessoal, se alguém tiver alguma sugestão, dúvida ou crítica sobre o assunto, postem na área de perguntas e respostas desse artigo.

Sobre o autor

Tarcísio

Bacharel em Engenharia da Computação, programador C / C++ , especialista em PHP, MySQL, PostgreSQL.

Deixe uma dúvida, resposta ou sugestão